Pesquisar este blog

20/06/2011

O palestrante que faz a hora, nao espera acontecer

Há alguns anos sou assinante do excelente boletim em inglês "The Monday Morning Memo" de Roy Williams. Para quem não conhece, os livros de Roy são imperdíveis. Tive o privilégio de trabalhar na tradução de um deles, "Free the beagle", e devorei os outros da trilogia "The Wizard of Ads".

Em sua newsletter de 20 de junho de 2011 ele fala de pessoas do tipo "Quem sabe faz a hora, não espera acontecer" da música do Vandré, que não vivem de papo pro ar esperando por uma chance que nunca vem. Ali há dicas para escritores e palestrantes, mas o espírito da coisa vale para qualquer atividade. Vou traduzir rapidamente aqui apenas o final, aportuguesando algumas expressões.

"Quer ser um autor publicado? Faça como aconselhou Mark Twain: 'Escreva sem receber pagamento até que alguém se ofereça para pagar'. Escreva cartas inteligentes e bem articuladas ao editor. Ofereça seus textos a revistas e websites. Escreva um blog sobre qualquer assunto no qual você quer ser reconhecido como especialista. Se tiver alguma coisa para dizer que possa valer a pena alguém escutar, as pessoas irão contar a outras pessoas e logo o número de leitores irá crescer. Talvez alguns anos se passem antes que isso aconteça, mas se você ousou dar esse passo e não retroceder, um dia pode ter um livro publicado.

"Quer ser palestrante? Então fale o tempo todo sobre seu assunto. Fale às pessoas que se reúnem em torno do bebedouro da empresa. Fale para os alunos da sétima série da dona Escolástica na comemoração do Dia do Trabalho. Fale em clubes e chás de senhoras. Fale no Rotary Club. Procure 100 oportunidades diferentes de falar de graça sobre seu assunto, não importa quão pequena e insignificante seja sua audiência. Prepare-se para cada uma dessas audiências como se fosse para um evento bem pago. Você será bem pago quando atingir o seu centésimo quinquagésimo evento.

"O mito da 'grande chance' é o que impede uma pessoa comum de alcançar o sucesso. Ela está sempre esperando que alguém faça alguma coisa, ao invés de simplesmente decidir agir por conta própria. Quem ousa tomar a dianteira não é uma pessoa comum. Quando perguntaram a Willie Nelson como era ser transformado em sucesso da noite para o dia, ele respondeu: 'Ser um sucesso da noite para o dia é ótimo, depois de tocar durante 10 anos em circos e botecos'". Roy Williams - http://www.mondaymorningmemo.com/newsletters/read/1931

4 comentários:

André Luiz Chaves disse...

Por isso Mário que sou seu fã. Você não posta modismos, posta informações inteligentes para pessoas que só precisam de uma gota de orientação.

Saulo André disse...

Caro Mário, muito bons os temas que você traz aqui em seu site. Muitas dicas boas e conselhos imprescindíveis pra que deseja integrar esse ramo que é necessario o do conhecimento. Espero mais postagens interessantes como esta.

Georges disse...

Olá Mario, não conhecia este seu blog, mas já me tornei fã e seguidor.
Abraços e muito sucesso, quando eu crescer quero ser como você!
Georges

Cleber Reis disse...

Descobrí seu site hoje e já o coloquei nos meus favoritos para ler mais amanhã.. Gostei muito deste post e é uma verdade.. é o que tento fazer... acredito que o sucesso e o reconhecimento é consequencia de um trabalho bem feito....

Postagens populares