Pesquisar este blog

03/07/2014

e-Book de palestrante

Já escrevi bastante sobre o que acho do livro em formato impresso e de como as novas mídias irão dar cabo dele. É como a história do Cadillac: quando pesquisavam que carro as pessoas queriam comprar elas respondiam Cadillac, porém as vendas sempre caíam. Aí foram perceber que o nome "Cadillac", que era sinônimo de carro de luxo, não era mais comprado simplesmente porque a geração dos que cobiçavam ter um Cadillac estava morrendo (veja aqui em inglês).

20/06/2014

Aplicativo de palestrante

Ainda não criei um app para minha atividade profissional, mas já fiz um para minha atividade paralela, que é a de evangelizar. Mas o app de minha atividade como palestrante deve vir em seguida. Como tenho muito material publicado na Web, e como as pessoas estão cada vez mais "mobile", uma boa ideia é criar mais um canal de relacionamento com os clientes, neste caso na forma de aplicativo para smartphone e tablet.

16/06/2014

O palestrante e o infoproduto

Minha última postagem “O palestrante e o seminário virtual” causou um salto nas estatísticas de visitas deste blog e também gerou críticas do tipo “sabe de nada, inocente”, “não sei em que mundo você vive”, “você fez como o Sr. Arnaldo Jabor, quando comentou de algo que não tinha conhecimento” ou “aconselho a você se atualizar sobre o que anda acontecendo”. Ao levantar dúvidas quanto à viabilidade de seminários virtuais como negócio, fui comparado ao “dono da HP, que disse que ninguém iria querer um computador pessoal” (na verdade quem disse isso foi Ken Olsen, fundador da Digital Equipment Corporation que foi adquirida mais tarde pela Compaq).

11/06/2014

O palestrante e o seminario virtual

Já é o quarto ou quinto convite que recebo nos últimos dois meses para gravar um vídeo para ser apresentado em um congresso ou simpósio online. Em todos eles a ideia é que o palestrante receba em troca notoriedade e/ou participação nos resultados da venda de inscrições (um deles oferecia 50%). Por eu ser um "dinossauro" de Internet, adquiri uma certa percepção das coisas que funcionam ou não no meio virtual, e por esta razão declinei de todos os convites, como também fiz com alguns que desejavam me contratar para dar aulas online.

10/05/2014

A mae do palestrante

Uma coisa que nunca deixei de valorizar foram os conselhos de meus pais, em especial de minha mãe, ótima negociadora, oradora e empreendedora. Tão boa que, quando eu já não estava mais na idade de levar uma chineladas, ela adotou um método teatral para quando eu me recusasse a estuda. Ela ajoelhava na minha frente e implorava para que eu estudasse para ser alguém na vida, fingindo que iria chorar. Eu sabia que era tudo encenação, mas não me sentia bem vendo minha mãe ajoelhada bem ali aos meus pés, e assim prometia logo que iria fazer a lição só para encerrar o teatro. Acho que a parte teatral de minha performance de palestrante eu herdei dela.

03/05/2014

O palestrante e a felicidade

Fui contratado por um cliente que pediu uma palestra com o título "Felicidade: o que é e como obtê-la". Confesso que a princípio fiquei sem saber como apresentar um tema assim, pois minhas palestras, apesar de divertidas e bem humoradas, não são no estilo motivacional oba-oba, com bexigas voando e gente se abraçando. Meu estilo está mais para a narrativa e stand up, um contador de histórias sempre fazendo analogias divertidas para os conceitos apresentados.

02/05/2014

O quarto "P" do mix de marketing do Palestrante

Na pré-escola do marketing aprendemos que o "mix de marketing", ou pontos principais que a empresa precisa trabalhar, é formado basicamente por "4 Ps". Evidentemente essa ideia é uma simplificação de algo muito mais complexo, mas serve como ponto de partida para qualquer planejamento de marketing, seja de uma empresa ou profissional autônomo, como costuma ser o palestrante. São eles: Produto, Preço, Praça e Promoção.

08/04/2014

Palestrante esquecido

Não me lembro se já falei disso aqui, mas se existe um palestrante esquecido esse cara sou eu. Tenho péssima memória para nomes, números e até conversas que tive com alguém, o que me leva a dizer "Muito prazer!" mais de uma vez para pessoas em algum evento num mesmo dia. Eu simplesmente me esqueço de termos conversado dez minutos antes ou até almoçado juntos.

30/01/2014

O palestrante e a autopublicacao

No mundo de antigamente eu talvez fosse escritor, mas não teria nada publicado. Mas hoje publiquei mais um e-book que logo vai sair também em formato impresso, somando 12 obras até aqui. E quer saber? Este último, "O que respondi aos que me perguntaram sobre a Bíblia" é apenas o primeiro volume de uma coleção para a qual já tenho texto suficiente para mais nove volumes. Tenho ainda outro livro em fase de revisão (Oh, Laura Loft, desculpe-me por deixar você esperando!).

Postagens populares